Amor e Nostalgia

"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê".

versoteca:

Lulu Santos - Último Romântico
https://www.youtube.com/watch?v=dNj1_4dQsF8

Eu queria deitar no seu colo. Eu queria te abraçar. Eu queria estar com você.

Eu sou assim, ligado na tomada. Sempre querendo encontrar uma razão pra tudo. Pessoas como eu sofrem mais. Se decepcionam mais. Por outro lado, crescemos. Evoluímos. Amadurecemos. Nada é estático em nossas vidas. Nada é à toa. Tudo ganha uma compreensão, tudo é degrau, tudo eleva.

Aí eu paro e penso: com você, só com você, eu imaginei tudo assim. Todas essas coisas de romance bonito de filme, casamento, família, viagens, cachorros, canários, papagaios. Por quê? Porque eu te amo. Porque eu te quero. Porque eu nunca senti por ninguém nada perto do que sinto por você. Porque ninguém fez com que eu me sentisse assim, entregue, na corda bamba, com esse gosto de felicidade na boca.

O difícil é quando ele é o cara errado pra você, mas você é a mulher certa pra ele. Aí fode tudo. Errado com errado acaba em putaria, certo com certo acaba em casamento, mas errado com certo acaba em eu deitada na cama chorando em cima do travesseiro. Acaba comigo.

Gosto de gente que me aceita, que me atura, que não reclama de mim, ou que reclama mas continua. Gosto de gente que aceita falar de qualquer assunto, que não é fresca, gente que se sente bem ao meu lado. Gosto de gente que não me faz perguntar se estou incomodando, se preciso sair. Gosto de gente que eu não preciso chamar pra vir, que eu não preciso dizer pra ela ler no meu olhar. Gosto de quem está comigo por ser quem eu sou, de quem me ouve por horas e mesmo assim não se cansa de dar o ombro pra eu apoiar. E gosto, acima de tudo, de gente que permanece.

E se eu morrer? Imagina como seria, você me mandar sms sabendo que jamais seriam respondidos, me ligar sempre sabendo que ia cair na caixa postal, iria me procurar nas redes sociais, sabendo que nunca mais estaria online, iria levantar pra ir atrás de mim com lágrimas nos olhos sabendo que jamais vou estar ali, imagine o mundo sem mim, e me diga, faria alguma diferença pra você?

Foi-se a boa época que eu tropeçava nos meus próprios pés e me sentia a pessoa mais desengonçada do mundo… Agora ando por aí, literalmente, tropeçando pela vida.

1 2 3 4 5 Próxima